O prazo internupcial, um instituto previsto no Código Civil desde 1966, constituía um impedimento à celebração de um novo casamento, após o divórcio ou viuvez, obrigando a um compasso de espera de 180 dias para os homens e de 300 dias para as mulheres